progenie, engenharia, engineering, reforço estrutural, ensaios não destrutivos, diagnóstico imobiliário, análise estrutural, reforço de estruturas com fibras de carbono
A CARREGAR...
LOADING...
array (
  'tipo_de_link' => 'category',
  'alvo_do_link' => false,
  'categoria' => 
  WP_Term::__set_state(array(
     'term_id' => 5,
     'name' => 'Fichas Técnicas',
     'slug' => 'fichas-tecnicas',
     'term_group' => 0,
     'term_taxonomy_id' => 5,
     'taxonomy' => 'category',
     'description' => '',
     'parent' => 0,
     'count' => 0,
     'filter' => 'raw',
     'term_order' => '2',
  )),
)
Fichas Técnicas
array (
  'tipo_de_link' => 'page',
  'alvo_do_link' => 
  WP_Post::__set_state(array(
     'ID' => 43,
     'post_author' => '1',
     'post_date' => '2015-01-09 12:35:12',
     'post_date_gmt' => '2015-01-09 12:35:12',
     'post_content' => 'Um dos reservatórios elevados da base aerea de Beja (BA 11) está a ser alvo de obras de reabilitação e reforço estrutural por parte da empresa SOTECNISOL, através do seu departamento de Engenharia.
Foi recentemente adjudicado à PROGENIE por parte desta mesma organização, a prestação de serviços de inspeções e ensaios, levantamentos estruturais e projeto de reforço estrutural.
A Progenie reforço assim o seu portefólio, naquela que tem sido uma das áreas mais importantes para a empresa.',
     'post_title' => 'Base Aérea BA 11 em Beja – Portugal',
     'post_excerpt' => '',
     'post_status' => 'publish',
     'comment_status' => 'closed',
     'ping_status' => 'closed',
     'post_password' => '',
     'post_name' => 'base-aerea-ba-11-em-beja-portugal',
     'to_ping' => '',
     'pinged' => '',
     'post_modified' => '2015-01-26 12:04:01',
     'post_modified_gmt' => '2015-01-26 12:04:01',
     'post_content_filtered' => '',
     'post_parent' => 0,
     'guid' => 'http://www.progenie-engineering.com/?p=43',
     'menu_order' => 0,
     'post_type' => 'post',
     'post_mime_type' => '',
     'comment_count' => '0',
     'filter' => 'raw',
  )),
  'categoria' => '',
)
Base Aérea Ba 11 Em Beja – Portugal
array (
  'tipo_de_link' => 'page',
  'alvo_do_link' => 
  WP_Post::__set_state(array(
     'ID' => 732,
     'post_author' => '2',
     'post_date' => '2015-01-09 10:22:41',
     'post_date_gmt' => '2015-01-09 10:22:41',
     'post_content' => 'O denominado Reservatório D localizado na base Aérea de Beja, foi sujeito a uma campanha de inspecção e ensaios. Trata-se de um reservatório do tipo elevado de água potável com cerca de 250 metros cúbicos de capacidade. Este apresenta uma altura de cerca de 37 metros, do quais os primeiros 4 metros estão enterrados (fundações).

A inspecção e os ensaios foram realizados com o objectivo principal de fornecer ao cliente informação sobre o estado actual da estrutura, especialmente no que diz respeito às zonas mais críticas. O estudo foi realizado com o recurso a técnicas de análise não destrutivas e/ou semi-destrutivas, procurando a minimização da intrusividade, bem como a recolha de amostras de materiais constituintes, permitindo assim a caracterização de elementos estruturais e aferição do estado de conservação do betão.

Desta forma reunimos e transmitimos a informação obtida através do trabalho efectuado em campo e dos ensaios laboratoriais realizados, facilitando ainda a tomada de decisões sustentadas no que respeita a eventuais intervenções de reparação e/ou reforço dos elementos de betão armado estudados.

', 'post_title' => 'RESERVATÓRIO “D” BASE AÉREA Nº 11', 'post_excerpt' => '', 'post_status' => 'publish', 'comment_status' => 'closed', 'ping_status' => 'closed', 'post_password' => '', 'post_name' => 'reservatorio-d-base-aerea-no-11', 'to_ping' => '', 'pinged' => '', 'post_modified' => '2015-01-21 12:54:30', 'post_modified_gmt' => '2015-01-21 12:54:30', 'post_content_filtered' => '', 'post_parent' => 0, 'guid' => 'http://adhesive-studio.com/dev/www.progenie.pt/?post_type=projecto&p=732', 'menu_order' => 0, 'post_type' => 'projecto', 'post_mime_type' => '', 'comment_count' => '0', 'filter' => 'raw', )), 'categoria' => '', )
Reservatório “D” Base Aérea Nº 11
 
ESTUDOS.png Progenie Engenharia
 

As atuais exigências de mercado, em particular no que respeita à requalificação e reabilitação de património edificado, tornam cada vez mais pertinente a rigorosa Avaliação Estrutural, de forma a proporcionar uma intervenção sustentada.

Neste sentido, a Progenie realiza Estudos de Diagnóstico e Avaliação Estrutural, devidamente suportados pela informação obtida em ensaios e inspeções de campo, permitindo assim determinar o real estado de conservação e a atual capacidade resistente estrutural. Perante a informação obtida através do Diagnóstico e/ou da Avaliação Estrutural, é então possível definir as metodologias de intervenção, sejam elas apenas de reparação, de reforço ou ambas.

Deste modo, é possível garantir uma intervenção otimizada e rigorosa, minimizando o risco do processo de construção e garantindo níveis de serviço adequados ao longo do ciclo de vida em serviço da estrutura.

  • Projecto
    O Projeto constitui a base de qualquer intervenção estrutural, sendo uma das fases mais importante para o sucesso da requalificação e reabilitação de património edificado.

    Os projetos de reabitação devem ser integrados numa estratégia de conservação a longo prazo e ser fundamentados no conhecimento histórico da estrutura (e.g. materiais e técnicas de construção) e na sua compatibilidade com soluções de reabilitação atuais. Deve ser considerado a conservação do valor patrimonial mas com uma melhoria de desempenho, tendo em vista o serviço atual da estrutura.
  •  
  • Avaliação estrutural
    A Avaliação Estrutural tem por principal objetivo determinar a capacidade de carga das estruturas, atribuindo um nível de segurança às mesmas. Com base no levantamento do estado de conservação atual da estrutura e na solicitação de cargas, esta avaliação é efetuada através da aplicação dos mesmos métodos de cálculo de projeto, em função da regulamentação existente.

    Assim, é possível verificar a capacidade de carga da estrutura e o cumprimento dos requisitos de segurança especificados em projeto.
    Este estudo pode ser necessário devido a várias razões, tais como, erros de projeto/construção, alterações das condições de serviço, deterioração do material, danos acidentais, intervenções de reparação/reforço ou até mesmo porque faz parte da estratégia de conservação de um determinado sistema de gestão de estruturas.

    Em função do seu objetivo, a avaliação estrutural pode ser realizada com vários níveis de complexidade e pormenorização, desde a aplicação de métodos conservadores de análise, utilizando fatores parciais de projeto, até análises refinadas de fiabilidade, com modelação probabilística de variáveis, definidas em equações de cargas e propriedades de resistência dos materiais estruturais.
  •  
  • Investigação e Análise de Anomalias
    A dedicação e experiência da Progenie, no estudo da patologia da construção, conduziu a um acumular de informação fundamental para o desenvolvimento de adequadas metodologias de Investigação e Análise de Anomalias.

    Este acumular de conhecimento é particularmente importante no diagnóstico de estruturas devido a existir muita informação dispersa sobre este tema que, sem a devida integração, pode ser facilmente mal compreendida e aplicada.
    A vasta experiência e contínua formação dos especialistas da Progenie permitem um diagnóstico sustentado, considerando as especificidades de cada tipo de construção.
  •  
  • Medidas Corretivas
    O bom desempenho das estruturas requer estratégias de conservação adequadas, com ações frequentes de manutenção, de forma a prevenir a ocorrência de anomalias durante o máximo de tempo possível.

    No entanto, a durabilidade é eventualmente colocada em causa pela degradação inerente ao passar do tempo, sendo necessário adotar Medidas Corretivas que garantam o bom desempenho futuro das estruturas.

    Estas medidas devem ser selecionadas em função do grau de deterioração apresentado e podem ter diferentes objetivos: medidas de prevenção, medidas de reparação e medidas de reforço, devendo ser adaptadas em função das especificidades de cada obra.

    O sucesso das medidas corretivas depende de vários fatores associados tanto à deterioração dos materiais como ao modo de funcionamento da estrutura. A sua boa seleção deve considerar as causas, processos e mecanismos de deterioração, assim como as propriedades dos materiais estruturais, o tipo de sistema estrutural, a função dos elementos danificados e respetivas solicitações. O sucesso deste tipo de intervenções está ainda intimamente ligado ao controlo da qualidade, no que diz respeito ao cumprimento das especificações e às boas práticas na execução dos trabalhos.
  •  
  • Avaliação Sísmica
    A Avaliação Sísmica pretende verificar o cumprimento dos requisitos de dimensionamento sísmico, de acordo com a regulamentação atual.

    Este tipo de avaliação assume um papel particularmente importante quando se trata de edifícios antigos, que geralmente foram construídos com recurso a métodos rudimentares de dimensionamento sísmico ou até mesmo sem considerações deste tipo.

    Este procedimento avalia a vulnerabilidade sísmica das estruturas, considerando o risco sísmico associado à sua localização.
    Para tal, são utilizadas ferramentas adequadas de modelação estrutural, que devem ser precedidas de inspeções para obter a informação necessária à sua concretização.
  •  
  • Plano de Manutenção
    Os diferentes elementos das construções têm modos e ritmos diferentes de envelhecimento/degradação, sendo necessário desenvolver uma metodologia de intervenção objetiva e direcionada para cada um destes elementos. A definição de um Plano de Manutenção permite antecipar o comportamento dos diferentes elementos sob determinadas condições de serviço, assim como eventuais fenómenos de deterioração que poderão manifestar-se.
    Com estes dados, é possível obter uma estimativa real e um certo controlo dos custos envolvidos ao longo do ciclo de vida das estruturas, com vista a proporcionar um bom nível de satisfação aos seus utilizadores. Preferencialmente, esta necessidade deve ser atendida na fase de projeto, tendo em conta o período de vida útil para o qual a estrutura foi projetada.

    No entanto, independentemente da fase de elaboração, esta atividade deve ser sempre desenvolvida, pois o seu planeamento e previsão de encargos permite minimizar o acréscimo de custos globais, que normalmente encontra-se associada às ações de manutenção.
  •